?Ultrassom morfológico: O que mostra e quando fazer?

A gente sabe que a coisa mais gostosa no inicio da gravidez é poder acompanhar todas as etapas de crescimento do seu bebê! Essa é um parte fundamental do pré-natal e também é algo muito importante pra a saúde tanto do bebê quanto da mãe, então o ultrassom é algo realmente eficaz para saber se a saúde do bebê está em dia. E Ultrassom morfológico é um dos exames mais completos em relação a isso.

Vamos entender o que é o ultrassom morfológico? Quer saber porque ele é crucial para a saúde do seu bebê? Vamos entender isso tudo juntos!

O que é o ultrassom morfológico?

ultrassom morfológico é um exame de rotina feito normalmente entre 20 e 24 semanas de gravidez. Serve para avaliar o desenvolvimento do bebê com bastante detalhe, incluindo os órgãos internos. Nessa ultrassonografia também já dá para descobrir o sexo do bebê, desde que ele “ajude”.

Quando devo fazer o ultrassom morfológico?

Este tipo de exame é indicado a ser feito a partir do segundo trimestre da gravidez. É onde já existem muitos detalhes que poderão ser vistos pelo médico de forma detalhada por meio desse detalhado exame. O ultrassom faz as imagens de forma diferente de outros exames, uma vez que ele mostra a ossatura do bebê em branco, os tecidos de pele em tons de e os líquidos em preto.

É assim que o profissional da área identifica os detalhes fundamentais de saúde do bebê, e se ele colaborar, você pode ter a primeira selfie dele!

O que você poderá ver no ultrassom morfológico?

Através do exame detalhado, você será capaz de ver:

  • Formato e estrutura do cérebro: através desta imagem, será possível diagnosticar problemas de má formação cerebral, como microcefalia;
  • Formato do rosto e boca: será possível notar se há ocorrência de fenda palatina (lábio leporino).
  • A formação e cobertura da coluna por pele e carne: uma vez que o final da coluna dela (chamado de cóccix) pode ter um pequeno desvio.
  • Órgãos internos: o coração, rins, e estômago do bebê já estão em formação, sendo possível, por meio do exame, checar se está tudo bem formado e funcional. Com a urina indo dos rins para a bexiga.
  • Cordão umbilical e veias da mãe: Ao contrário do que se dizia, não existe problema algum no bebê estar enrolado no cordão umbilical, além, é claro, das veias de comunicação entre a mãe e o bebê, precisam ser muito bem checadas, e ver o risco de hipertensão no momento do parto.

Orientações gerais sobre o exame

É através deste exame que você será capaz de saber a quantas anda a saúde do seu filho. Também é através dele que você poderá se precaver de situações de saúde complicadas, podendo tratar algumas delas ainda no seu ventre. E não há nenhuma forma mais eficiente para verificar se existem problemas causados por doenças sérias como o Zika vírus que vem assolando o país.

Além de cuidar do bebê, é um cuidado com você! Pois com o ultrassom morfológico é possível saber como está a quantidade de líquido amniótico e também a posição da placenta dentro do útero, e estas imagens podem facilitar o parto.

Gostou do texto? Que tal ver este lindo vídeo sobre o assunto e se emocionar?

Leave a Reply