đŸ„‡CitomegalovĂ­rus: Saiba como se prevenirđŸ€”

O citomegalovírus (CMV) é um vírus muito potente e resistente, parente do vírus que causa a catapora e a herpes. Infelizmente, é um vírus que não abandona a pessoa e deve sempre ser mantido sob controle, pois pode causar infecçÔes constantes, diminuir a capacidade de defesa contra outras doenças e também pode ser transmitido de muitas formas. Faremos agora uma abordagem geral do citomegalovírus e de todos os problemas relacionados a ele.

Como o CitomegalovĂ­rus Ă© transmitido e quais sĂŁo os sintomas?

O citomegalovĂ­rus Ă© transmitido de muitas formas:

  • Via respiratĂłria (transmissĂ­vel pelo ar)
  • TransfusĂŁo sanguĂ­nea, e tambĂ©m o contato sem proteção com o sangue
  • Sexo sem proteção
  • Hereditariedade (transmissĂŁo de mĂŁe para filho)

Um dos maiores problemas ao contrair o citomegalovírus é que ele pode não apresentar sintomas na sua fase inicial, principalmente para pessoas que possuem um sistema imunológico resistente. O citomegalovírus, no entanto fica encubado no corpo, aguardando uma baixa no sistema imunológico para poder  iniciar com diversos destes sintomas:entrar em ação. Nessa fase os sintomas são:

  • Febre
  • Dor de garganta
  • Inchaço fĂ­gado e do baço provocado pela maior quantidade de impurezas a serem filtradas
  • Presença de linfĂłcitos atĂ­picos.

No entanto, todos esses sintomas podem ser tomados por uma mononucleose comum. Somente um exame específico pode atestar a presença do citomegalovírus na mulher.

Quando a doença inicia o processo de vencer seu sistema imunolĂłgico, surgem Ășlceras, que podem se desenvolver em todo o sistema digestivo (da boca atĂ© o intestino delgado, causando dores e incĂŽmodo ao se alimentar), problemas nos olhos, problemas no sistema nervoso central e outras dificuldades. O citomegalovĂ­rus Ă© particularmente perigoso se somado ao HIV, pois ele se aproveita da baixa que o HIV causa ao sistema imunolĂłgico para causar ainda mais problemas.

Como conviver com o citomegalovĂ­rus?

Ao ser diagnosticada com o citomegalovírus, a mulher deve se esforçar ainda mais para se manter sempre saudåvel. Se tiver problemas relacionados à nutrição, como metabolismo extremamente acelerado ou mesmo anemia, deve se tomar um cuidado adicional com a transmissão (sugerimos que evite todas as fontes de contato citadas anteriormente).

Também deve se ficar alerta para infecçÔes pequenas, sinal de que o seu sistema imunológico sofreu uma baixa. Tome sempre vitaminas e suplementos alimentares para evitar este quadro e, caso apresente sintomas de infecção pelo citomegalovírus, consulte o quanto antes seu médico para que possa ser feito um tratamento.

Em casos graves, Ă© feito um tratamento com um antiviral, que nĂŁo pode durar mais de um mĂȘs, devido aos efeitos colaterais que o medicamento pode causar ao seu corpo.

Quais sĂŁo os prejuĂ­zos do citomegalovĂ­rus para a gravidez?

O maior problema com o citomegalovĂ­rus, no entanto, Ă© a contaminação congĂȘnita, ou seja, quando a mĂŁe passa o vĂ­rus ao bebĂȘ. Quando isso ocorre, pode haver uma sĂ©rie de dificuldades que envolvem atĂ© mesmo mĂĄs formaçÔes, aumento dos ĂłrgĂŁos, perda de audição e muitos outros problemas. Se estiver no inĂ­cio da gravidez, nĂŁo esqueça de solicitar ao seu mĂ©dico o exame para que possa verificar se estĂĄ infectada com o citomegalovĂ­rus.

Confira o vĂ­deo que separamos para vocĂȘ sobre o assunto:

Leave a Reply