Category: Beleza

🥇Ácido Glicólico: Conheça este poderoso aliado nos cuidados da pele!🤔

Fazer uso de cremes para melhorar as imperfeições da pele e retardar o envelhecimento é sempre um bom investimento, afinal, manter a pele saudável nunca é demais! Existem muitos cosméticos que podem ajudar e o ácido glicólico está presente na composição de muitos deles. O ácido glicólico ajuda a aperfeiçoar ainda mais o seu rosto e apresenta vários benefícios que vão deixar sua pele muito mais bonita e jovem.

O que é ácido glicólico?

O ácido glicólico é um alfahidroxiácido, proveniente da cana de açúcar e de vegetais doces. Ele é um ácido incolor e inodoro. A sua fórmula contém os seguintes componentes:

  • Ácido Glicólico – 4%
  • Alfa-arbutin – 2%
  • AA2G – 2%
  • Alfa bisabolol – 1%
  • Hidroquinona – 2%

Qual a utilidade do ácido glicólico?

Saiba que ele foi testado e aprovado pela ANVISA, e serve, de maneira geral, para melhorar sua pele em vários sentidos, tendo como alguns de seus benefícios:

  • Rejuvenescimento da pele;
  • Redução das linhas de expressão e rugas;
  • Diminuição os poros;
  • Combate ao envelhecimento da pele do rosto;
  • Redução das cicatrizes de acne;
  • Diminuição das estrias.

Como você pode ver, as vantagens são incríveis!

Como funciona o ácido glicólico?

Os seus componentes funcionam como radicais livres e ajudam a produzir mais colágeno. A fórmula do ácido glocólico tem menos estrutura molecular do que os outros ácidos, o que o torna menos invasivo e melhora a absorção pela pele se comparado ao ácido retinóico, que é um famoso componente usado em cremes para a melhora da pele. Além das vantagens, oferece menos efeitos colaterais.

Para quem é indicado este produto?

O ácido glicólico é indicado para pessoas que querem deixar a pele melhor, suavizar manchas e linhas de expressão, cicatrizes, poros e estrias.

Este produto possui alguma contra-indicação?

Infelizmente sim. O ácido glicólico não deve ser usado nos seguintes casos:

  • Durante o período de gravidez;
  • Durante a amamentação;
  • Pele sensível;
  • Pele exposta ao sol com frequência;
  • Pele recém queimada;
  • Pele negra;
  • Pele com infecções.

O uso em peles sensíveis e com alergia ao produto pode ocasionar manchas, queimação na pele e até mesmo formação de bolhas. No caso de alta exposição ao sol pode causar vermelhidão, descamação e manchas.

Também não é indicado aplicar nas pálpebras para não provocar irritação nos olhos. Caso você aplique em estrias nas pernas, evite a depilação com cera, pois o ácido glicólico pode deixar a região sensível e causar queimaduras.

Posso usar o ácido glicólico para clarear manchas na pele?

Certamente. Esse, inclusive, é um dos benefícios que o ácido glicólico oferece. Ele tem poder de descamar a pele e fazer com que ela se renove, dando efeito esfoliante que proporciona clareamento.

Como usar o ácido glicólico?

Ele pode ser usado em forma de peeling ou em produtos que contenham o ácido em sua fórmula. Cada um tem sua forma de ser aplicado é é importante ler o modo de usar. A aplicação sempre deve ser feita na pele limpa (lavada com sabonete especial), desengordurada e seca. Também é sempre recomendada a aplicação do protetor solar de FPS alto após o uso do ácido glicólico para proteger a pele dos efeitos do sol.

É importante frisar que o uso do ácido glicólico deve ser prescrito por um médico que possa orientar sobre a quantidade do componente para o seu tipo de pele.

Em quanto tempo os resultados aparecem?

O tipo de tratamento que oferece resultados mais perceptíveis em menos tempo é o peeling, que apresenta a mistura mais concentrada. Em questão de poucas semanas já é possível notar as melhoras na sua pele. Se for usado no tratamento diário com cremes, Você terá resultados visíveis a partir do segundo ou terceiro mês de uso.

Onde posso comprar o ácido?

Você encontra o ácido glicólico em lojas de cosméticos em forma de cremes, sabonete, gel, pomada, sérum e além disso também encontra em farmácias físicas, online e farmácias de manipulação.

Ácido glicólico da Hinode

A Hinode oferece a versão do ácido glicólico em forma de spray em um frasco de 30 ml. A concentração é de 6% e o valor é R$62,00. A versão em spray auxilia na remoção das células mortas e facilita a eliminação da camada queratinizada.

Ácido glicólico da Adcos

A Adcos também possui um produto com ácido glicólico em sua composição. Em versão de creme facial em gel, possui 50 g. Sua composição tem:

  • Ácido glicólico 10%;
  • Niacinamida 4%;
  • Dermawhite;
  • Complexo Reparador e Nutritiv.

Você encontra o produto pelo valor de R$220.

Confira o vídeo que selecionamos para você, que fala mais sobre o assunto:

🥇Manchas vermelhas na pele: Saiba o que pode ser🤔

Provavelmente já aconteceu com você alguma vez: perceber uma ou até mesmo várias manchas avermelhadas em uma parte do corpo durante o banho ou troca de roupas. Assim como podem ser pequenos problemas, associados a outros sintomas, as manchas vermelhas podem ser algo bem mais grave.

Para que você entenda quais são os verdadeiros riscos de manchas avermelhadas na pele, vamos falar mais das doenças que apresentam manchas vermelhas como um de seus sintomas, como se prevenir e saber a hora de procurar auxílio médico.

Manchas avermelhadas na pele: Devo esperar dois dias para ver se saem?

O antigo conselho de esperar um ou dois dias para ver se as manchas desaparecem não é, nem de longe, a mais aconselhável. Se as manchas se somarem a outros sintomas, você pode ter algo muito mais grave, dificultando o tratamento por ter demorado a diagnosticar.

Fato é que a forma mais inteligente é notar outras alterações que acompanhem as manchas vermelhas na pele, mesmo que diminuídas por algum tipo de medicação que você tenha tomado recentemente. Você sabia que a Dengue e o Zika vírus causam manchas vermelhas e podem ter outros sintomas amenizados por remédios com paracetamol?

Vejamos agora  algumas dessas doenças, os sintomas que você pode apresentar, a gravidade de cada uma delas e, além disso, apresentaremos características específicas de cada mancha, para facilitar a identificação de cada caso.

Alergia:

As alergias podem ser externas ou internas, e são quase sempre acompanhadas de coceiras, incômodos estomacais (quando a alergia é alimentar), algumas vezes  até mesmo o bloqueio das vias respiratórias e outras situações. Dependendo quantidade e da gravidade das manchas, é muito importante consultar um médico para verificar a necessidade de tomar um antialérgico.

Eczema:

Esse é um problema um pouco mais sério, pois trata-se de um processo inflamatório que causa manchas avermelhadas e doloridas na pele, onde costuma formarem-se feridas devido ao atrito da coceira. É de suma importância ir ao médico o mais rápido possível, para que um anti-inflamatório seja receitado.

Micose:

O quadro de micose apresenta manchas vermelhas na pele, mas além disso também podem ser esbranquiças e outras  manchas ainda podem desenvolver outras cores, dependendo da causa. Não é uma doença tão grave, mas mesmo assim pode ser bem inconveniente.

Dengue e relacionados:

A dengue, bem como a malária, o Zika vírus e a Chikungunya são vírus relacionados e também podem formar manchas vermelhas na pele, mas além das ,manchas eles são acompanhados de outros sintomas como febre, vômitos e dores no corpo. Se você suspeitar de uma destas doenças, procure imediatamente auxílio médico, pois o quadro pode se agravar rapidamente nos dias seguintes.

Devo procurar um médico por apresentar manchas vermelhas no corpo?

Às vezes estes pequenos sintomas, principalmente quando persistem e quando se está recuperando de um quadro complicado, podem ser um sinal de um novo desafio à sua saúde, então é melhor manter o  seu médico a par da situação, pois ele pode iniciar rapidamente o tratamento de uma doença muito mais complicada, que pode ser identificada, por exemplo, com o pedido de um exame de sangue, e pode ser tratada com mais tranquilidade por ter sido descoberta logo no início. Em suma, seu médico sempre deve estar a par de qualquer situação para melhor aconselhar.

O que pode ser manchas vermelhas durante a gravidez?

A gravidez é um momento bastante delicado, no qual a mulher passa por muitas transformações, principalmente no próprio corpo. Por isso, é bastante comum surgirem manchas na pele durante esse período. Algumas pesquisas apontam que 90% das mulheres notam o surgimento de manchas e vermelhidões no período da gestação.

O tipo mais comum é o melasma, porém, ele não possui uma cor avermelhada, mas um tom mais escuro do que o tom da pele. É bem importante saber identificar as características do melasma para conseguir diferenciar os tipos de manchas que possam surgir durante a gravidez. Para evitar o melasma, o principal cuidado que deve ser tomado é o uso do protetor solar todos os dias.

Porém, alguns casos de manchas avermelhadas durante a gravidez devem receber uma atenção extra. Isso porque esse é um dos principais sintomas de infecção pelo Zika vírus, como vimos anteriormente, que é o causador da má formação de bebês, causando microcefalia. Por isso, se você estiver grávida e perceber qualquer mancha vermelha na pele, é muito importante que procure um médico o mais rápido possível, para que ele possa examinar as manchas e avaliar se realmente são devidas a infecção pelo Zika vírus.

O que são manchas vermelhas na pele do bebê?

Se as gestantes precisam dedicar uma atenção especial quando o assunto é manchas na pele, com os bebês não é diferente, pois a pele deles é muito mais sensível que a dos adultos. Devido à sensibilidade, assim que você notar esse tipo de mancha na pele do bebê, procure imediatamente um pediatra. A principal causa das manchas avermelhadas nos bebês são as reações alérgicas, e o primeiro passo é identificar o causador da alergia. Pode ser devido à fralda, ou até mesmo o sabonete.

Outra causa bastante comum são as brotoejas, que se manifestam geralmente nos lugares em que e a pele sofre atrito, principalmente nas  sobrinhas das pernas. Além disso, o calor excessivo também pode favorecer o aparecimento de brotoejas. A principal forma de manter o bebê livre delas é cuidar para manter sua pele sempre sequinha e fresca.

Que tal conferir esse vídeo que separamos para você e que fala sobre o assunto?

🥇Foliculite: O que é? Quais as causas e tratamentos?🤔

Sabe aquele quela sensação desagradável causada por pelinhos encravados? Ninguém merece, né? E, além a parte estética, que, convenhamos, é importante, o surgimento desses pelinhos também podem evoluir para algo maior chamado de foliculite. Bateu aquela dúvida? Ou então aquela preocupação? É só ler esse texto até o final que você vai aprender sobre o que é a foliculite, como identificar os tipos, como tratá-la e se ver livre desse incômodo.

O que é foliculite?

A foliculite é a inflamação ou infecção dos folículos pilosos,  que são as cavidades na pele onde os pelos nascem. De forma simplificada, é  quando ocorre a inflamação do pelo encravado.  Essa inflamação tem como causa as bactérias do tipo staphylococcus aureus, que se desenvolvem na pele devido ao excesso de umidade, como o suor, ou até mesmo devido à alguma lesão, como resultado de uma depilação.

O aspecto é de pequenas bolinhas avermelhadas e salientes, e podem ou não conter pus. O resultado é uma pele irritada e áspera ao toque.

Quais os tipos de foliculite?

Existem dois tipos de foliculite, a superficial e profunda. Ainda assim, dentro dessas classificações existem subtipos:

  • Foliculite superficial

É o mais comum dos tipos de foliculite e afeta somente a parte superior dos folículos pilosos. Dentro da classificação de foliculite superficial, os subtipos são:

Foliculite Estafilocócica

Esse tipo ocorre quando é infectado por bactérias staphylococcus aureus, comumente chamadas de estafilococos. Ela surge em qualquer região do corpo que tenha pelos e causa coceira e pus nos folículos. No caso dos homens, esse tipo de foliculite também pode afetar a barba, sendo nesse caso também chamada de “coceira do barbeiro”. Nesses casos apresentados, não indicamos que a área seja raspada ou depilada, pois pode ferir ainda mais o local já irritado. O tratamento, geralmente, é feito com antibiótico tópico (pomadas ou sprays) ou oral (comprimidos).

Foliculite por pseudomonas (também chamada de foliculite da banheira quente)

Esse tipo é causado por bactérias chamadas pseudomonas aeruginosa e é chamada comumente de foliculite da banheira quente porque é o lugar mais propício para que essas bactérias se proliferem: ambientes aquáticos onde os níveis de cloro e o Ph da água não são muito bem regulados. Os sintomas, geralmente, são os mesmos: erupções avermelhadas na pele que coçam e apresentam pus. O tratamento é feito com loções que aliviam a coceira, aplicadas diretamente nos lugares afetados.

Pseudofoliculite da barba

Esse tipo de foliculite se desenvolve nos homens, na região em que a barba cresce. Acontecem quando os pelos raspados, ao invés de crescer normalmente para fora e seguir o caminho natural, se curvam e crescem dentro da pele, o que causa inflamação no local. Para evitar esse tipo de foliculite, é indicado que os homens tomem um cuidado especial na hora de se barbear, usando sempre água morna, para ajudar a abrir os poros e facilitar o barbear, e massageando a região, aplicando uma loção hidratante na sequência.

Foliculite Pitirospórica

Essa foliculite também ocorre nos homens e tem como causa um fungo que se desenvolve geralmente nas costas e no peito. A aparência é a mesma que a da barba, porém sem pus. Nesse caso, trata-se com antifúngicos tópicos ou orais.

  • Foliculite profunda

Essa é mais rara que a foliculite superficial que vimos anteriormente, e acontece quando há uma complicação da foliculite superficial. Os tipos são:

Sycosis barba

Também surge na região da barba e além disso no lábio superior, na mandíbula e também queixo. A causa é também o pós barbear, e também pode ocorrer se o barbear é feito de forma muito frequente. O indicado nesse caso é fazer um tratamento com o uso de compressas locais ou também antibiótico.

Foliculite gram-negativo

Nesse caso, a foliculite se dá com o surgimento de bactérias gram-negativas que se desenvolvem na região do nariz devido ao uso de antibióticos por períodos longos, geralmente durante algum tratamento de acne. Se o uso do medicamento for interrompido, a foliculite irá desaparecer gradativamente. Caso o tratamento não possa ser interrompido, a alternativa é procurar medicamentos que possam ser aplicados no local.

Furúnculos e carbúnculos

Nesse caso, surgem inflamações que incham bastante, são avermelhadas e febris (calor na região), e tem como causa a infecção pelos estafilococos. Também apresentam pus, o que contribui para o inchaço da região e deixa-a dolorida. Já os carbúnculos ocorrem quando muitos furúnculos se formam bem próximos, o que faz com que a infecção seja ainda mais profunda. Nesses casos, geralmente ficam cicatrizes na pele. Os locais em que são mais comum de se desenvolverem são as costas, as coxas, a parte de trás do pescoço e os ombros. Se for um furúnculo apenas, a solução é drená-lo através de uma pequena incisão. No caso dos carbúnculos, além da incisão, é provável que também seja necessário o uso de antibióticos.

Foliculite eosinofílica

Esse tipo causa manchas inflamadas na pele, que são feridas que coçam e apresentam pus, geralmente no rosto, mas também podem ocorrer nos braços. Geralmente as áreas em que esse tipo de foliculite se desenvolve ficam mais escuras que o restante da pele. O tratamento desse tipo de foliculite é feito com o uso de corticoides e, em casos mais graves, a medicação oral também é utilizada.

Quais as causas da foliculite?

Assim como existem diversos tipos de foliculite, suas causas também variam, no entanto, as mais comum são: Pequenas lesões durante o barbear, o atrito que as roupas muito apertadas causam, o excesso de suor (transpiração excessiva), condições em que sua pele já tem pré-dispocição inflamatória, como nos quadros de acne e dermatite, lesões ou feridas em decorrência de cirurgias, curativos ou adesivos de material plástico aplicados na pele, resistência a infecções reduzidas devido a condições de saúde como diabetes, transplante de órgãos, leucemia crônica e também infecções por doenças autoimunes, obesidade, casos em que a pessoa se expões frequentemente à água quente e também podem ser causadas devido a alterações hormonais.

Quais são os sintomas da foliculite?

Como já vimos anteriormente, os sintomas variam. No caso da dermatite superficial, os mais corriqueiros são: pequenas espinhas avermelhadas, podendo ou não apresentar pus, vermelhidão e inflamação na pele e também coceira e sensibilidade na região.

No casos de foliculite profunda, os sintomas são: manchas vermelhas em áreas maiores, lesões com inchaço e que apresentam pus amarelado, áreas da pele doloridas e com grande sensibilidade, e também dor intensa.

Como posso evitar a foliculite?

Considerando os tipos de foliculite em que você pode controlar, as dicas são: evitar roupas apertadas, especialmente durante o calor, ter um cuidado especial durante o barbear ou a depilação, tomando o cuidado de sempre hidratar a pele da região e também pegar leve nos remédios para acne.

Quais os remédios para tratar a foliculite?

Geralmente em casos de foliculite superficial, o problema desaparece antes que seja necessário o tratamento através de remédios. Caso a inflamação persista, os remédios indicados são: Bactroban, Ceclor, Cefadroxila, Cefalotina, Ceftriaxona Sódica e Dissódica, Ciprofloxacino, Cipro, Claritromicina, Clindamin C, Clocef, Dicloxacilina via oral, Doxiciclina, Mupirocina de uso tópico e Oxacilina.

Vale frisar que os remédios devem sempre ser tomados apenas sob prescrição médica. Considere consultar um profissional da área para melhor avaliação.

E aí, gostou da matéria? Que tal conferir esse vídeo que selecionamos sobre o assunto?

🥇Como cuidar da pele negra? Conheça os detalhes🤔

Se comparada aos outros tipos de pele, a pele negra tem muitas vantagens e características específicas, que demandam cuidados, também específicos, como a questão de manchas e algumas outras questões que os outros tipo de pele não apresentam.

Por mais globalizado que o mundo seja, a indústria de cosméticos ainda está engatinhando no que se refere à disposição de produtos específicos para a pele negra. Por ser diferente dos outros tipos de pele, vamos dar várias dicas de cuidados para sua pele fique ainda mais incrível e você possa aproveitar totalmente as vantagens que sua pele já tem. É só ler esse texto até o final e se preparar para fazer ainda mais sucesso.

Quais são as vantagens da pele negra?

Ótimas notícias: você não vai precisar se preocupar com envelhecimento precoce! A pele negra tem uma proteção incrível contra os raios UV, que são prejudiciais à pele, e dessa forma, o efeito do sol é muito menor. Essa proteção toda se dá graças a duas coisas: a melanina, que está presente em maior quantidade na pele negra e também a uma presença maior de colágeno, que deixa a pele firme e evita rugas e aquelas marcas indesejadas de expressão.

A pele negra possui desvantagens?

Bom, a melanina, que a gente acabou de ler que está presente em maior quantidade na pele negra faz o papel de boa moça, mas às vezes também acaba sendo uma vilã: a pele negra pode apresentar manchas devido a uma concentração excessiva de melanina em uma parte da pele.  Tem também a questão dos queloides, que podem aparecer com uma frequência maior em pessoas que tem pele negra devido à maior quantidade de colágeno. Veja que para cada vantagem, há também um contraponto. Além disso, a pele negra também tem uma tendência a apresentar maior oleosidade (mas também pode ser seca, mista ou normal, não vamos generalizar!). Devido à essa tendência a ser mais oleosa, o quadro de acne na pele negra tam uma probabilidade maior de ocorrer.

Como evitar esses problemas e cuidar da pele negra?

Nesse ponto a gente já se deu conta de que a pele negra não é melhor nem pior do que as demais, ela apresenta vantagens e desvantagens diferentes e precisam de produtos específicos, justiça seja feita! É muito importante que você conheça produtos mais específicos para a sua pele, para que possa cuidar dela melhor e evitar os pontos negativos que vimos anteriormente.

No caso da acne o merado oferece vários produtos comprovadamente eficientes. Tem a famosa foliculite, que é gerada após uma depilação ou depois de fazer a barba. Ela nada mais é do que a inflamação dos folículos capilares. Uma dica para evitar isso é hidratar a região logo depois de depilar ou fazer a barba. Usar um esfoliante no dia seguinte também faz milagres para evitar o problema.

Vamos esclarecer um ponto bem importante: mesmo com a quantidade maior de melanina na pele, você não pode deixar se usar filtro solar. Use pelo menos o fator 15 e evite períodos intensos de exposição ao sol, afinal, a melanina protege sim, mas não faz milagres. Nada de exageros na hora de tomar sol, hein.

Sabe aquelas manchas indesejadas na pele? Pois bem, elas são causadas por inflamações. Para combatê-las é muito importante que você utilize produtos que contenham vitamina C em sua formulação, pois ela combate os agentes inflamatórios e oferecem ainda mais proteção para sua pele.

Se você está entre as pessoas de pele negra que possuem a pele mais oleosa, um sabonete esfoliante vai ajudar muito, pois a esfoliação elimina o excesso de oleosidade e de células mortas.

Agora que você ficou por dentro de todas essas dicas e conhece melhor a sua pele, o que acha de conferir um vídeo que selecionamos sobre o assunto? Olha só:

🥇LiftDerma funciona?🤔

Se você está a procura de um produto que realmente ajude a recuperar sua pele, é importante dizer que você está no lugar certo! O ser humano desde sempre busca a ser eternamente jovem indiferente se é:

  • Através de exercícios
  • De dietas;
  • De cosméticas;
  • Espiritualidade;

 

Qual é o maior inimigo da Pele?

Acertou quem disse o tempo! E é com o passar dele que as ideologias caem e a aparência começa fazer efeito. Surgem as rugas e também  as linhas de expressão. Você sabia que elas são formadas pela perda constante de colágeno? Então se você é daqueles que ama a sua pele e quer que ela tenha vida jovem para sempre, é importante tomar alguns cuidados desde já. Assim você evita que apareçam manchas por conta exposição ao sol, alterações de textura na pele e o envelhecimento precoce.

O que não é segredo para ninguém é que a indústria estética realmente tem a solução para a grande maioria dos problemas relacionados a saúde. Contudo, muitos dos procedimentos que evitam o envelhecimento tendem a ser realmente dolorosos, caros e muitas vezes promovem efeitos colaterais realmente difíceis de superar.  É por conta destes fatos que a cada dia se investe mais no desenvolvimento e pesquisa para cremes de retardamento e reversão dos sinais de idade.

O que é LiftDerma?

Tem se destacado recentemente um produto que vem fazendo sucesso no mercado, que tem trazido excelentes resultados. Seu nome é o Liftderma! Este produto é cosmético alta potência e resultados muito rápidos. O segredo disso é que o ser humano produz colágeno naturalmente, contudo é com o avanço da idade que deixamos de produzir quantidades satisfatórias de colágeno e é quado entra a flacidez e falta de elasticidade da pele. Como se não bastasse, ocorre uma diminuição considerável da absorção das substâncias que hidratam a pele

Através do acréscimo de outros componentes além do colágeno, Liftaderma atua diretamente na necessidade evidente de colágeno, fazendo com que a sua pele volte novamente a juventude. Este poderoso complemento de saúde é um anti rugas em forma de sérum, de alta absorção e de alta performance, promete não somente uma pele mais saudável, como o estimulo do corpo para a criação do seu próprio colágeno. A vantagem explicita pela fabricante é que usando Liftaderma você pode dispensar outros cremes, pois sua fórmula é completa e abrange todos os cuidados necessários para ter uma pele saudável. Lembre-se que ele não substitui o protetor solar. Este você precisa manter.

Quais os benefícios de Liftderma?

– A diminuição da profundidade das rugas em até 37%;
– A redução significativamente da aparência das rugas em até 45%;
– O estimulo da produção de colágeno em até 35%;
– Aumenta a regeneração dos tecidos;
– Hidrata a pele por mais tempo;
– Promove a melhora na aparência de cicatrizes, estrias e quelóides;
– Remove manchas;
– Diminui linhas de expressão.

Como devo usar LiftDerma?

O passo a passo é realmente simples! Você deverá usar:

  1. Sempre a noite, antes de dormir, lavando o rosto com um sabonete neutro;
  2. Aplicando 6 gotas de Liftderma no rosto, como por exemplo ao redor da boca, ao redor dos olhos e na testa;
  3. Faça movimentos circulares bem suaves sobre área aplicada até que a pele absorva totalmente o produto.

Além de tudo isso, Liftderma não possui contra indicações e pode ser usado inclusive por pessoas mais jovens para retardar o envelhecimento. Apesar disso, é recomendado seu uso apartir dos trinta anos e que se faça o uso por pelo menos um mês antes de observar resultados concretos.
É importante notar que o Liftderma não é vendido em farmácias e lojas, então é importante procurar um site confiável para realizar sua compra.

Gostou do texto? Que tal ver um vídeo totalmente relacionado ao assunto para reforçar ainda mais seu conhecimento?

 

🥇Varizes: Como elas surgem? Será que tem tratamento?🤔

Se você está lidando com varizes saiba que isso é mais comum do que você imagina! Segundo as estatísticas, pelo menos 70% das mulheres brasileiras sofrem com este mal. E não apenas por questões estéticas, uma vez que ele pode provocar muitos efeitos negativos na sua saúde e mesmo assim é realmente raro ouvirmos falar apenas sobre as varizes. Portanto, vamos ler este artigo juntas e entender mais sobre este assunto que assola tanto as mulheres?

Afinal, o que são as varizes?

As varizes nada mais são que veias das pernas que se acabam dilatando e deformando a região. Geralmente elas são causadas por algum tipo de deficiência nas válvulas, ocasionando que o sangue não consiga voltar pelo mesmo lugar que veio. Desta forma, o sangue acaba ficando preso ali e não consegue retornar para o coração. As consequências? Inchaço nas pernas, muito desconforto e também uma sensação de cansaço constante.

Por que as varizes aparecem?

Culpa do seu pai e mãe! Brincadeiras a parte, a genética realmente é a principal culpada pelo surgimento das temidas varizes. Então é evidente que se a sua família lida com este problema é bem possível que você venha a apresentá-lo, cedo ou tarde.  Existem algumas profissões que exigem que você fique parado o tempo todo na mesma posição, indiferente se é sentado ou em pé, e isto favorece grandemente para o aparecimento das varizes.

Quais são os tipos de varizes?

Existem basicamente dois tipos de varizes: as primárias e também as secundárias. As primárias geralmente são as que aparecem por influência da hereditariedade, enquanto as secundárias podem ser ocasionadas por algumas doenças. O tratamento do segundo tipo é um pouco mais complicado.

Qual é o melhor tratamento para varizes?

A verdade é que as veias dilatadas deformadas não conseguem retornar ao normal sozinhas, e isso faz com que a única opção seja a completa retirada dos vasinhos. Então sim, existe uma cirurgia para isso, mas como quase tudo, existem também outros meios, como por exemplo: aplicação de laser ou ainda de medicamentos que promove com que veia resseque e seja totalmente absorvida pelo corpo. É realmente relevante conversar com seu médico para verificar a causa das varizes e qual área da circulação foi afetada para ser tratada corretamente.

Se você optar por não tratar,  elas costumam espalhar-se muito facilmente pelas pernas e raramente as varizes podem gerar maiores complicações. Mas como em tudo, existem situações em que elas evoluem para um quadro de  trombose, ou ainda formam coágulos que ocasionam insuficiência venosa. Em caso de dor persistente, procure seu médico imediatamente.

Como evitá-las as varizes?

Quando o assunto é varizes, melhor forma de tratar é a total prevenção. Algumas dicas podem realmente te ajudar a evitar as varizes, como por exemplo:

  • Parar com o cigarro;
  • Manter uma rotina de exercícios aeróbicos regular e evitar exercícios de grande pressão nas pernas;
  • Fazer uso adequado de meias de compressão, pela manhã antes de levantar;
  • Se for o caso de você passar muito tempo na mesma posição, é interessante levantar-se a cada duas horas e realizar pelo menos dois minutos de caminhada
  • Controlar o peso
  • Utilizar apenas sapatos que sejam realmente confortáveis, nem muito planos, nem com saltos muito altos e finos.

Varizes na gravidez

Se você é mãe sabe do que eu estou falando, pois é exatamente neste período da gestação que as mulheres ficam muito mais suscetíveis ao surgimento de varizes, e de acordo com os mais renomados médicos do assunto, esta é hora ideal de ficar muito atenta aos cuidados da pele e da saúde como um todo. É evidente o que acontece aqui, na verdade com o crescimento da barriga, alguns vasos da pele ficam pressionados, e prejudicam a circulação ideal do sangue. A medida que o bebê cresce, essas veias ficam ainda mais evidentes, e para colaborar com o cenário o fato dos hormônios da grávida estarem a todo o vapor tem uma influência considerável sobre as varizes.

Alguns cuidados diferenciados durante esse período são:

  • Praticar uma atividade física leve;
  • Manter as pernas levemente elevadas para facilitar a circulação sanguínea;
  • Evitar ficar em pé por longos períodos;
  • Tomar realmente muita água;
  • Abusar dos cremes hidratantes.

Mas lembre-se que você precisa sempre considerar o histórico familiar pois a genética tem um peso realmente considerável sobre as varizes.

 

🥇Peeling de diamante: sua pele mais bonita🤔

Você está lidando manchas e diferentes tipos de tons na pele? Saiba que o Peeling de diamante é uma das mais poderosas armar da beleza para cuidar e limpar a pele de forma geral. Diferentemente de outros tipos de peeling, que são feitos com diversos componentes químicos de baixa qualidade, o peeling de diamante é produzido com um equipamentos que fazem um lixamento físico da pele, e promove rejuvenescimento de forma rápida e magnifica. Aqui você fica por dentro de como funciona o procedimento e quais sãos alguns cuidados básicos que você precisa ter com ele. Vamos lá? Leia este artigo até o final!

O que é o Peeling de diamante?

O Peeling de diamante é apenas uma das melhores técnicas para limpeza profunda da pele. Ao invés dos peelings químicos, que usam elementos muito agressivos que destroem a camada externa da pele, neste procedimento o aparelho possui um ponteira de diamante que age de forma a desgastar a pele morta e removê-la, gerando nova pele.  Em outras palavras, é como se a você lixasse a sua pele com uma pequena lixa feita de diamantes. Este procedimeto promove a destruição da camada mais externa da pele, e ajuda a suavizar manchas que estejam localizadas nessas partes, assim como faz com as estrias, e tantos outros problemas mais externos da pele. Se não bastasse, ele faz com que a pele desperte vontade de produzir colágeno, oferecendo mais firmeza e combatendo a flacidez.

Quais as vantagens do Peeling de Diamante?

Agora que você sabe um pouco mais sobre o Peeling de Diamante, conheça algumas das vantagens dele em relação ao Peeling químico:

  • Recuperação rápida: quando você faz o peeling químico é importante reservar alguns dias fora das suas atividades comuns, para que a sua pele se volte ao normal. No entanto, quando você faz o Peeling de diamante você pode voltar para o trabalho no mesmo dia. O que o torna muito mais agradável e eficiente.
  • Nada de cremes caros: com apenas filtro solar e hidratante comum você cuida muito bem do Pós Peeling de Diamante. Contudo, quando você faz o Peelling Quimico precisa usar caros hidratantes especiais e loções reparadoras.
  • Tem para todos os gostos: com o Peeling de Diamante você pode escolher ponteiras de diferentes tamanhos que definem se o efeito vai ser mais ou menos intenso. Neste caso é indicado usar cada tipo de acordo com a sua necessidade.

Existem contraindicações com Peeling de Diamante?

Não necessariamente contraindicações, mas existem alguns acontecimentos como vermelhidão na área afetada pela sessão. Contudo, questões como dor são raríssimas, é se houver é importante conversar com um profissional sobre para saber se houve alguma reação adversa. Além disso, qualquer parte da pele que tenha algum tipo de dermatite ou problemas como acne não devem passar pelo peeling. O peeling de diamante não área os olhos não deve ter sucção, além dos lábios serem proibidos para o tratamento como um todo.

Gostou do texto? Agora veja este vídeo com conteúdo exclusivo sobre o assunto!

 

🥇Lifting Facial🤔

Você está pensando na opção de fazer Lifting facial e não sabe ao certo como é o procedimento? Tem vontade de fazer isto em uma clínica de estética? Quer tentar fazer por conta em casa? Todas essas opções são possíveis! Neste artigo vamos te explicar tudo o que você precisa saber sobre Lifting facial e como ele pode te ajudar a conquistar a pele dos seus sonhos. Vamos lá?

O que é Lifting facial?

Como você já deve saber, o lifting facial é um tipo de cirurgia plástica que é feita na face. O seu nome  técnico é Ritidectomia, e a cirurgia consegue melhorar os  sinais mais visíveis do envelhecimento da pele, como as manchas e marcas do rosto, flacidez no pescoço, as marcas profundas, a pele frouxa e também os excessos de pele que ficam no queixo e na mandíbula. A sua ação é a de reposicionar toda a musculatura e gordura, e também retirar os excessos de pele, te devolvendo um rosto mais jovem do que antes.

Quais são os tipos de Lifting disponíveis?

Existem tipos diferntes de Lifiting e você tem que escolher um que atenda a sua necessidade. Cuidado com promessas vazias hein? Isso é algo realmente sério e que lida com a sua saúde. Por isso, vamos entender quais são os tipos de Lifiting disponíveis:

  1. Lifiting Superficial – que é uma pequena cirurgia que remove apenas os excessos de pele e que não trabalhar com as outras camadas de pele mais profundas;
  2. Lifiting Padrão – ele é o que oferece um resultado mais natural do que os outros e também muito mais  duradouro precisamente pelo reposicionamento que ele faz da gordura e também por conta das manipulações que levantam e apertam os tecidos da pele.
  3. Mini-Lifiting – que serve apenas para pequenos ajustes, atua nas bochechas e também na linha do maxilar. É realmente utilizado na forma de manutenção do lifting facial padrão, geralmente após alguns anos. Contudo, com cicatrizes e também recuperação muito mais curtas.
  4. Lifiting de Pescoço – que como o nome diz é feito apenas no pescoço e é indicado par as pessoas que tem gordura em grande quantidade apenas nesta região.

Todos podem fazer Lifiting Facial?

Veja, para que você esteja apto para realizar esta cirurgia, é importante que você esteja fisicamente saudável e também que a sua saúde seja estável, de forma geral. Também orientamos que você tenha uma expectativa muito realista com relação ao seu  procedimento cirúrgico.

Como você deve preparar-se para a cirurgia?

Assim como em qualquer outro procedimento cirúrgico, é realmente muito importante que você tenha em mente que os cuidados deverão ser muito bem executados. Neste procedimento será preciso realizar os exames físicos necessários.  Se você é fumante,recomendamos parar de fumar pelo menos uma semana antes dela acontecer, além de evitar medicamentos como aspirina, anti-inflamatórios ou fitoterápicos, visto que podem aumentar o sangramento.

Como é a recuperação da cirurgia?

É bem provavel que após o procedimento finalizado, você tenha que usar uma bandagem para que os efeitos desagradáveis como inchaços e hematomas sejam diminuídos. E em alguns casos será necessário usar um dreno sob a pele para sugar excesso de sangue e fluidos naturais.

Quais são os riscos que esta cirurgia pode deixar?

Como tudo tem dois lados, não poderia ser diferente em relação a cirurgia de Lifiting. Veja alguns dos possíveis efeitos colaterais danosos que ela pode te causar:

• Cicatrizes realmente grandes ou aparentes;
• Riscos da aplicação de anestesia geral;
• Uma cicatrização superficial que não permite cura;
• Necrose na região da pele onde a cirurgia foi feita;
• Alterações de sensibilidade na região operada;
• Diferença no tamanho dos traços do rosto;
• Diferenças de cor da pele com inchaço prolongado;
• Danos em outras estruturas mais profundas como os nervos, vasos sanguíneos, músculos;
• Dor continua;
• Trombose nas veias mais profunda e até complicações cardíacas e também do pulmão;
• Fios de sutura que podem saltar na pele após cirurgia;
• Possibilidade de novo procedimento cirúrgico.

Liftings caseiros funcionam?

Se você leu este artigo e entendeu que isso não é para você, que bom! Realmente a cirurgia de Lifiting pode ser realmente invasiva e se você acha que ainda consegue levar as coisas como estão, melhor. Então uma medida viável para você que não se imagina numa mesa cirúrgica são os Liftings Caseiros que não são invasivos e que você pode usar como uma máscara facial caseira que produz o efeito de lifting.

Temos uma receita muito simples que vai diminuir os poros e revitaliza a pele também. Lá vai:

Máscara de gelatina

Os ingredientes são:

  • Duas colheres de abacate amassado;
  • Um pacote de gelatina incolor;
  • Uma colher de mel;
  • Meio copo de água.

A forma de preparo é simples: aqueça a água e dilua a gelatina, depois acrescente os outros ingredientes até obter uma massa homogênea. Deixe na geladeira por 15 minutos, e depois aplique em todo rosto menos na área dos óleos. Deixe agir por 30 minutos e depois retire com água fria.

Gostou da ideia? Veja este vídeo relacionado ao assunto e fique ainda mais por dentro para contar tudo para as suas amigas!

🥇Conheça os alimentos que ajudam a rejuvenescer a pele🤔

Você já ouviu falar que você é o que você come? Então você de ver maravilhosa não é mesmo? Porque chocolate, cachorro quente e pizza são realmente saborosos! Mas brincadeiras a parte, você realmente é o que você come. Isso quer dizer que muitas vezes, a nossa alimentação é a responsável pelos aspectos mais básicos da nossa saúde, como por exemplo, a saúde da nossa pele. Uma das mais difíceis coisas da nossa realidade é o fato de estarmos sempre correndo. Não conseguimos nos alimentar da forma que deveríamos, não conseguimos analisar o que comemos, não conseguimos fazer exercícios. E o que acontece com o nosso corpo então? Ele realmente definha e a gente passa cada vez mais mal com a nossa qualidade de vida!

E se você for mulher, duplique isso! Pois geralmente as mulheres tem jornada dupla, cuidando de filhos, cuidando de casa e fazendo mil coisas ao mesmo tempo. Por isso, neste artigo quero te mostrar alguns alimentos que você pode ingerir que farão a sua pele brilhar cada vez mais. Você está pronta para começar uma nova vida com uma pele realmente exuberante? Então leia este artigo até o final e descubra como isso é possível! Alguns alimentos que ajudam a rejuvenescer e a deixar sua pele mais brilhante e bonita estão aí, na sua fruteira ou geladeira.

Quais são os alimentos que ajudam a rejuvenescer?

Muitos destes alimentos estão na sua alimentação no dia a dia. Eles são:

  • Alho: que atua na proteção das articulações, promove a eliminação das toxinas do corpo, combate todos os radicais livres, é termogênico e elimina gorduras. O ideal é fritá-lo levemente e ainda melhor  se você conseguir comer um dente de alho cru pode dia.
  • Espinafre: lembra daquele desenho infantil? Então, ele estava correto! Mas ao invés de te dar uma super força, o espinafre é capaz de fortalecer os ossos, e acima de tudo de ajudar a combater o efeito do tempo graças grande quantidade de vitaminas presentes nele.
  • Cenoura: quando falamos da cenoura é importante ressaltar que ela atua no sistema imunológico e na visão.
  • Aveia: ela age como um filtro no seu organismo, que absorve e elimina o colesterol que é ruim. Tem um efeito anti-inflamatório, que combate toda sorte de inflamações. Até combate cáries! Além disso tudo, te ajuda a se focar mais no trabalho.
  • Kiwi: esta pequena frutinha tem uma quantidade considerável de vitamina C e promove uma série de vantagens para o seu organismo.
  • Mamão: ele é conhecido pelo seu efeito no sistema digestivo, que ativa o funcionamento do intestino, contudo ele ainda tem um alto índice de Beta caroteno e papaína, que agem como uma esfoliação natural da pele;
  • Maçã: é ótima para a voz e atua na proteção da pele contra os raios UV. Também possui uma grande quantidade de vitamina C e fibras, e muitos outros nutrientes essenciais para o bom funcionamento do corpo. Coma ela com casca!
  • Tomate: Rico em antioxidantes que ajuda a proteger o corpo dos radicais livres e outras toxinas do corpo, além de minerais para os ossos e vitamina E.

Agora que você sabe o que comer, precisa saber como preparar os alimentos!

Que alguns processos de cozimento dos nossos alimentos diários acabam sendo prejudiciais para o nosso corpo, todo mundo sabe! Contudo, no médio e longo prazo e se não tomarmos as medidas necessárias, estes processos errados podem nos causar sérios problemas de saúde. O uso de óleo para fritura por exemplo, pode gerar gastrite profunda, úlcera, problemas de ordem cardíaca e diversas variáveis disso.

Além do mais, aprenda a consumir as cascas! Pois muitas destas cascas que nós deixamos de lado possuem vitaminas e minerais realmente importantes para nós. Esse é o principal diferencial que torna os alimentos saudáveis ainda mais completos!  Outro conselho que podemos te dar é que você deve realmente diminuir a quantidade de carne. E não, não estamos te pedindo para que você se torne um adepto do vegetarianismo, mas é que você precisa oferecer outras formas de proteínas para seu corpo, além da proteína animal. E sempre que for possível, consuma produtos orgânicos, que não tem agrotóxicos, pois eles são muito melhores digeridos pelo nosso corpo.

Desta forma você não somente terá uma pele jovem, mas todo o seu corpo irá agradecer e sorrir! Ficou interessada em saber mais? Veja este vídeo exclusivo sobre o assunto!

🥇Peeling facial: rejuvenesça e fique mais bonita!🤔

De todos os tratamentos que fazemos para aqueles momentos especiais, o peeling facial está entre os mais comentados, mas muitas pessoas não conhecem todas as vantagens que este tratamento oferece.

Alguns cuidados extras também devem ser tomados para você que gosta da pele com brilho e elasticidade , afinal,  você está provocando a descamação da pele do seu rosto, que é uma das mais sensíveis do corpo. Se o peeling facial for mal feito, ou se não tiver o acompanhamento de um dermatologista, para que oriente sobre o tipo e a profundidade do seu peeling facial, o desejo de uma pele mais bonita e saudável pode acarretar em um problema de saúde.

Vamos dar dicas básicas e também essenciais sobre o peeling facial, falar sobre os métodos mais utilizados e, além disso, quais as vantagens e desvantagens de cada um. Ficou curiosa? Leia este artigo até o final e saiba tudo sobre o peeling facial!

Peeling facial químico ou mecânico, qual a diferença?

Existem duas técnicas bastante conhecidas: o peeling facial químico e o mecânico, que é mais comumente chamado de dermoabrasão.

  • Peeling facial químico:  Processo feito com alguns ácidos que são usados de forma controlada para descamar a pele. Durante a aplicação, gera um pouco de desconforto, mas vale à pena, considerando o resultado final, pois a pele se renova e as rugas diminuem.
  • Peeling facial mecânico: É uma forma mais potente de esfoliação. O peeling mecânico causa um atrito suave na pele (daí o termo dermoabrasão), com partículas sólidas que “lixam” as camadas superficiais da pele, ocasionando assim a renovação da camada exposta.

Quanto aos resultados, os dois tipos de peeling facial são bem parecidos, ainda assim é interessante realizar uma consulta prévia para garantir que não haja nenhuma possível alergia aos produtos que serão utilizados, ainda mais quando você pretende fazer o peeling facial pela primeira vez ou então está trocando de profissional.

Ainda que digam ser possível fazer um peeling facial de forma caseira, recomendamos que você procure um profissional, pois, como já ressaltamos no começo deste artigo, um peeling facial mal feito pode acarretar em uma série de problemas, como a descamação excessiva da pele, que gera vermelhidão e pode evoluir para algo mais grave, como manchas na pele devido ao uso incorreto dos produtos, descamação de forma irregular e até mesmo o rompimento da pele.

É importante ressaltar que algumas condições podem inviabilizar o peeling, como um caso severo de acne, irritações na pele e dermatite. Vale lembrar que a acne leve pode ser revertida com um peeling mais evasivo, mas somente um profissional da área pode indicar o tipo correto de peeling que você precisa.

Quais são os cuidados adicionais?

O peeling facial, quando realizado de forma correta, com orientação profissional e na profundidade adequada, traz aquela sensação de pele macia, renovada e fresca que a gente gosta. Vale ainda frisar que o peeling facial não é fortemente recomendado para quem tem a pele jovem, pois nesses casos a renovação das células acontece com mais frequência, salvo em casos de problemas de pele mais superficiais.

Agora que você já se inteirou do assunto, é importante saber dos cuidados que você deve tomar logo após o peeling:

  • Nada de tomar sol: depois do peeling sua pele está renovada, logo, muito mais sensível aos raios UV e submetê-la à exposição direta do sol é extremamente perigoso. As chances de desencadear uma dermatite ou até mesmo uma queimadura solar logo após o peeling facial é enorme. Fique atenta aos produtos químicos que você usa diariamente na pele, muitas vezes sem se dar conta: maquiagem principalmente!
  • Eu hidrato, tu hidratas: Você sabia que uma das primeiras camadas da pele que são retiradas durante o peeling é a camada de gordura que tem a função de protegê-la? Por isso é muito importante manter a pele sempre hidratada e de preferência deixe seus poros respirarem antes de se maquiar. Se você tiver uma festa importantíssima para ir à noite, é melhor fazer o peeling facial pela manhã ou por volta do meio-dia. Até lá, sua pele tem tempo de respirar, lembrando sempre de mantê-la bem hidratada.

E então, gostou do texto? Dá uma olhada nesse vídeo que a gente separou para você: